março 13 2019

O Galo Corococó

Em uma pequena aldeia, o Galo Corococó todos os dias despertava a população às quatro da manhã.

Eles levantavam sonolentos, cansados e reclamando por não poderem dormir até mais tarde, mas a cidade funcionava e era próspera.

Um belo dia Corococó entrou em depressão, passou a ter insônia e danou a acordar o povo às duas da madrugada, causando revolta e ódio em alguns. O prefeito da decadente aldeia vizinha, bobo nem nada ofereceu uma troca entre seu burro “sortudo” e o galo. Motivados pela ideia de uma vida de ventura sem esforços eles votaram e decidiram pela troca.

No dia seguinte todos dormiram até tarde e nos demais dias a mesma coisa, a vida passou a ser dormir e fazer festas, ninguém mais trabalhava num horário certo, não produziam direito e aos poucos foram ficando reféns dos moradores vizinhos que iam lá oferecer serviço.

Quando a população se deu conta, a cidade estava acabada. Um grupo decidiu ir buscar o galo, mas ele já não estava disposto a voltar, lá ele era bem tratado, amado, respeitado e valorizado como um rei.

Assim o grupo retornou e logo procurou por seu prefeito que estava de partida da aldeia. Na estação de trem lhe entregaram uma caixa de papelão com furinhos e quando ele abriu deu de cara com um galinho. Com o olhar enternecido o prefeito disse: óh, ele tem os olhos do pai!

Um ano se passou, o pequenino galo cresceu cercado de carinho e religiosamente cantava às quatro horas da manhã. A população aprendeu a acordar cedo, trabalhar, festejar, viver com alegria e a cidade voltou a prosperar.

Esse filme é uma animação. Foi dirigido por Pierre Greco, recebeu o prêmio Golden Butterfly for Best Animated Feature Film – International Competition e ele ensina a importância de se ter disciplina, organização e respeito para podermos aproveitar de um tudo e a mensagem mais importante que ficou pra mim foi que tudo depende de como vemos o galo e prefiro ver o meu como algo positivo em minha vida.

(Roberta Dias)

março 5 2015

Inovação – Exemplos de ideias simples para coisas boas

google doodles          O google doodles do dia 05 de março de 2015, homenageou o Momofuku Ando.  Aos 48 anos, depois de meses de tentativa e erro, Ando anunciou que, finalmente, aperfeiçoara o seu método de “fritura-relâmpago” que levou à invenção do macarrão instantâneo. Atentem para o ‘aperfeiçoaria’, que significa melhorar, inovar algo já existente. A “fritura” e o “macarrão” já existiam, o que ele fez foi juntar tudo e tornar melhor. Saiba mais em http://www.google.com/doodles/momofuku-andos-105th-birthday

Tony Iommi

Tony Iommi, guitarrista da banda Black Sabbath, após um acidente com sua mão esquerda na prensa de uma fábrica, inovou em sua forma de tocar, com encaixes improvisados de plástico derretido nas pontas dos dedos, que foram depois substituídos por próteses. Saiba mais em http://www.iommi.com/biography/

 

cleverCaps

Outro exemplo de inovação é o produto oferecido pela empresa brasileira Clever Pack, com tampas de garrafa que lembram Lego e que é possível reaproveitá-las para a construção de objetos de decoração, brinquedos e artesanatos. O Lego já existe, o que a Clever Pack fez foi tornar a pecinha útil para as coisas do dia-a-dia, portanto isso se trata de inovação, introduzir novidade em, renovar, inventar, criar. Saiba mais em http://www.cleverpack.com.br/2011/

bonuz

O BonuZ é um gadget que veio para aperfeiçoar a relação do consumidor com estabelecimentos através da fidelização. O desenvolvedor do aplicativo modernizou o conceito de cartela de fidelidade, fazendo parcerias com vários estabelecimentos, onde o usuário que completar 6 selos ganha um mimo. No momento em que recebe o presente, o consumidor também pode fazer publicidade gratuita compartilhando com seus amigos nas redes sociais o prêmio que acabará de receber e, uma vez instalado o aplicativo, não há quem não fique doido para completar a cartela, aumentando assim, as vendas dos estabelecimentos participantes. Saiba mais em http://www.bonuz.me/

(Roberta Dias)