junho 20 2014

Promessas

Só promessas de que tudo se resolverá,
Que todos chegarão a um acordo,
Quando na verdade tudo se acabou,
Um elo desfeito e, que pela misericórdia Divina,

Nunca mais tornará a ser feito,
Porque só pensas em si próprio,
Foi sempre assim, você e você,
Nós em segundo plano, o obstáculo,

Para a vida mundana que desejava ter,
Que ainda permanece sendo a sua escolha,
Ilusões passageiras, convenientes as tuas vontades,

Uma empregada, alguém para reclamar, brigar,
Humilhar e deixar aprisionada na solidão cada dia mais,
Até que finalmente veja seu último olhar e suspiro.

(Roberta Dias)

Comentários

Comentários


Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Copyright 2017. Todos os direitos reservados.

Publicado 06/20/2014 por Roberta na categoria "..:: Devaneios ::..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.