setembro 16 2010

Adeus a cegueira

Nada é perfeito,
Cai o véu sobre os olhos,
Rosto desfigurado pela dor,
Lembranças ao vento,

Força que se esvai,
Calafrios por todo o corpo,
Estômago revirado,
Mente dormente,

Não adianta correr,
Se esconder não vai resolver,
Escapa um grito abafado do peito,

Um desânimo repentino,
Torna tudo amargo,
Endurece a alma que se despede de você.

(Roberta Dias)

Comentários

Comentários


Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Copyright 2017. Todos os direitos reservados.

Publicado 09/16/2010 por Roberta na categoria "..:: Devaneios ::..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.