setembro 25 2017

Era Uma Vez – Kell Smith

Era Uma Vez, de Kell Smith, é uma música suave aos ouvidos, que me remete a doçura e a tranquilidade da infância, onde tudo era permitido dentro de minha ingenuidade, inocência e imaginação, e que quando me machucava tinha como remédio o beijo e o colo de minha mãe.

Desejei tanto crescer e quando cresci vi que vida de gente grande não é fácil, e que os perigos mudaram de proporção. A diferença é que agora, quando surgem os problemas estou por minha conta.

Escolhi a gravação feita por Bruno Gadiol para compartilhar com vocês e espero que apreciem.

(Roberta Dias)

maio 1 2016

Escolha sua plataforma preferida e Ouça lá!

Capa Single Nunca Mais'
Escolha - Single Profusão Sonora no Ouça Lá
Escolha – Single Profusão Sonora no Ouça Lá

Escolha sua plataforma preferida e Ouça lá!

Já faz algum tempo que a Profusão Sonora gravou este single chamado “Nunca Mais”. A gravação foi uma grande aventura, os meninos saiam do trabalho a noite e iam direto para o estúdio em Belford Roxo, para gravar. O objetivo era enviar a música para a revista MP3 Magazine.

Foram dois dias seguidos de muita ralação. Finalizar arranjo, gravar e mixar tudo em 12 horas, sendo que as sessões começavam às 22h e terminavam `às 4h da manhã não foi nada fácil, mais foi muito divertido.

Com o avanço da tecnologia, a Profusão Sonora decidiu utilizar o serviço de agregação musical “Ouça Lá” do portal Za.mus para disponibilizar o single nos mais renomados serviços de stream e download do mundo.

O Single, traz um de meus desenhos como capa e a gravação tem Anderson Ferreira nos teclados, Tiago Carvalho no baixo, Tiago Ferreira na guitarra, Diego Araújo na outra guitarra, Diogo Soares na bateria e Márcio Dias no vocal. Produção de Jobson Oliveira e Direção Musical Flávio Petit.

Não perca tempo, escolha sua plataforma preferida e Ouça Lá!

outubro 12 2011

Ana Élle cantando e tocando Boomerang Blues de Renato Russo

Conheci o talento de Ana Élle no Festival Entropia Convida no dia 07 de outubro de 2007, organizado pelo amigo, músico e produtor Flávio Petit. Naquele dia eu fazia parte do juri e foi bastante difícil decidir qual banda deveria ficar ou sair. Mas é com felicidade que divulgo uma música que adoro sendo interpretada por uma baita cantora!

(Roberta Dias)

dezembro 7 2010

Minha Filosofia…

Vai passar
Esse meu mal estar
Esse nó na garganta
Deixe estar…
O próprio tempo dirá
Água demais mata a planta

Tudo que é muito, é demais
Peço: me perdoe a redundância
Entrelinhas só quero lembrar
Que a terra fértil um dia se cansa
É uma questão de esperar
Relógio que atrasa não adianta
E o remédio que cura
Também pode matar
Como água demais mata a planta

(Casuarina – Aluísio Machado)

novembro 20 2010

Telhados de Paris…

Venta, ali se vê
Aonde o arvoredo inventa um ballet
Enquanto invento aqui pra mim
Um silêncio sem fim
Deixando a rima assim
Sem mágoas, sem nada
Só uma janela em cruz
E uma paisagem tão comum
Telhados de Paris
Em casas velhas, mudas
Em blocos que o engano fez aqui
Mas tem no outono uma luz
Que acaricia essa dureza cor de giz
Que mora ao lado, mas parece outro país
Que me estranha, mas não sabe se é feliz
E não entende quando eu grito
Eu tenho os olhos doidos doidos doidos doidos, já vi
Meus olhos doidos doidos doidos são doidos por ti
O tempo se foi
Há tempos que eu já desisti
Dos planos daquele assalto
De versos retos, corretos
E o resto de paixão, reguei
Vai servir pra nós
E o doce da loucura é teu, é meu
Pra usar a sós
Eu tenho os olhos doidos doidos doidos ja vi
Meus olhos doidos doidos doidos são doidos por ti
Eu tenho os olhos doidos doidos doidos ja vi
Meus olhos doidos doidos doidos são doidos por ti
venta..
venta..
venta..

(Zélia Duncan – Composição: Nei Lisboa)

É só clicar no ícone e ouvir…
Falante